I- A PALAVRA DE DEUS

Constituição sobre a Revelação Divina (DV)

1. De um conceito de Revelação intelectualizado e filosófico, para um conceito de Revelação evangélico e pastoral, manifestação e fruto da bondade de Deus em Cristo: 1-4.

2. De uma fé, assentimento cego, para a fé, adesão a Deus e acolhimento da Verdade de Deus, no Espírito Santo: 5-6

3. De uma noção de Tradição paralela e concorrente da Escritura, para a Tradição viva, veículo da Palavra de Deus na Igreja: 7-10.

4. De uma exegese do texto em si mesmo, para a compreensão da Palavra de Deus em seu surgimento histórico: 11-12.

5. De uma pregação intelectualista, retórica ou moralizante, para a pregação evangélica, alimentada pelas Escrituras e voltada para a vida concreta: 21 (cf. LG 24.25)

6. De um estudo puramente científico e técnico da Escritura, para sua leitura frutuosa, corretamente traduzida em nossa língua materna: 22-23.

7. De uma teologia e de uma catequese abstratas, filosóficas e escolares, para uma doutrina centrada no ministério da salvação: 24.

8. De uma religião baseada em verdades gerais e práticas rituais, para a vida teologal, nutrida pela Palavra de Deus: 25-26.

Decreto sobre Missões (AG)

9. De uma Igreja consolidada no Ocidente, com missões exteriores, para uma Igreja missionária, empenhada em difundir a Palavra de Deus: 1.6-7.35-41

10. Do conceito restrito de missão canônica, para o conceito teológico e bíblico de missão: 2-5.

11. Da mensagem válida por si mesmo, para a missão em conexão com as exigências e as aspirações concretas dos homens e dos povos: 8-10.

12. De simples função missionária, para a vida em missão baseada no testemunho de uma comunidade humana concreta: 11-12.

13. Da conversão a verdades abstratas, para a adesão pessoal ao Deus de Jesus Cristo, como fermento interior da transformação progressiva de todo homem:13-14.

15. Das conversões individuais, fruto do trabalho de missionários vindos de fora, para a comunidade missionária, enraizada na vida histórica e na cultura de cada povo: 15-22.

16. De uma atividade missionária individualista, para o sentido eclesial da missão coordenada em todas as partes do mundo: 28-34.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *